viernes, 9 de noviembre de 2007

As vezes, a uma certa altura, entro num estado de transe. Parece-sse que o mundo grita-se dentro de mim. Talvez, algum tipo de alienação passageira


Não fico em nenhuma situação, deixo que as coisas passem, como passam as nuvens levadas pelo vento, tudo acaba numa ilusão.

5 comentarios:

Hanah dijo...

Belo post...

bjos

Luis Enrique dijo...

Obrigada querida amiga Hanah. q tenha um muito feliz fim de semana querida. Abraço

Sérgio Pontes dijo...

Gostei em especial da imagem, está fabulosa!

Um abraço

Luis Enrique dijo...

Obrigada Sérgio, q tenha um bom fim de semana.

magarça dijo...

Sábias palavras. Tudo acaba por se dissolver na água das chuvas, nos grãos de luz..